Opinião de Arial do campo verde
Vacas bebendo

O evento

A Conferência Nacional de Defesa Agropecuária (CNDA) tem caráter multidisciplinar e interinstitucional e se consolida como um fórum de ampla discussão da defesa agropecuária, no qual se compartilham conhecimentos e responsabilidades a fim de contribuir com a segurança nacional. Esse evento, iniciado em 2006, em Minas Gerais, tem caráter itinerante e já contemplou as regiões Norte, Nordeste, Sul e Sudeste do país. Em edições anteriores conseguiu reunir mais de 6.000 participantes de todas as Unidades da Federação que debateram temas de relevância a fim promover aprimoramento da defesa agropecuária brasileira, tendo sido apresentados mais de 300 trabalhos científicos.

depositphotos_212190100-stock-photo-laboratory-worker-taking-test-tube.jpg

Tendo em vista o empenho e comprometimento da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) e do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) em propor iniciativas de desenvolvimento da agropecuária mineira e brasileira, do apoio irrestrito das entidades mineiras a esse tipo de acontecimento, além da posição geográfica de Belo Horizonte, a Sociedade Brasileira de Defesa Agropecuária (SBDA), em comum acordo com a Seapa, o IMA e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) decidiu realizar a 7ª CNDA na capital mineira no período de 7 a 9 junho de 2022.

Objetivos

  • Discutir, de forma transversal, as demandas da sociedade, seja do ponto de vista dos serviços finalísticos prestados às distintas cadeias produtivas, como também dos controles de processos que resultam na oferta de alimentos livres de resíduos e contaminantes;

  • Buscar o fortalecimento do sistema de vigilância ativa e passiva pela adoção da inteligência quarentenária e princípios epidemiológicos e;

  • Discutir sobre manejo de pragas, controle de enfermidades e impactos ambientais

Público Alvo

Criação-de-Suinos.jpg

Engenheiros agrônomos, médicos-veterinários, técnicos em agropecuária, auditores e fiscais agropecuários, produtores rurais, professores universitários, zootecnistas, profissionais e estudantes de ciências agrárias empresas e profissionais do setor agropecuário.

Previsão de Participantes

700 pessoas, sendo 600 congressistas e 100 palestrantes.

Programa

O conteúdo programático abordará temas de defesa animal, defesa vegetal, insumos agrícolas, produtos de uso veterinário, inspeção animal, inspeção vegetal, rede laboratorial, educação sanitária, certificação, regulamentação, melhoramento genético, entre outros assuntos distribuídos em 11 eixos temáticos e 12 reuniões institucionais.